Identificação e Enquadramento do projeto:
Aviso: POCI-60-2019-12
Projeto nº: POCI-03-3560-FSE-000619
Programa Operacional: Programa Operacional Competitividade e Internacionalização
Fundo: Fundo Social Europeu
Eixo Prioritário: Promoção e sustentabilidade e da qualidade do emprego
Objetivo temático: Promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego e apoiar a mobilidade laboral
Prioridade de Investimento: Adaptação dos trabalhadores, das empresas e dos empresários à mudança;
Tipologia da operação: Formação-Ação para PME
Organismo Intermédio: CCP – Confederação do Comércio e Serviços de Portugal

Montantes Envolvidos:
Custo Total elegível: 207 187,50€
Comparticipação FSE: 186 468,75€
Data de Início do projecto: Novembro de 2019
Data de Fim do projeto: Outubro de 2021

Síntese do projeto:
O projecto destina-se a elevar a capacidade competitiva das micro e PME, dos sectores do comércio, serviços e turismo, através da realização de acções de formação e consultoria formativa que visam proporcionar um melhor desempenho das mesmas, através da optimização de metodologias e processos de modernização e inovação. O projecto tem como destinatários 26 PME e colaboradores, da região de Lafões.

Descrição e objetivos do Projeto:
É objetivo promover a melhoria, o desenvolvimento e a aquisição de competências por parte dos empresários e colaboradores em áreas-chave que contribuam para a reorganização e melhoria das capacidades de gestão, apoiada em temáticas associadas à inovação e à mudança.

  • Aumento da qualificação especifica dos trabalhadores em domínios relevantes para a estratégia de inovação, internacionalização e modernização das empresas,
  • Aumento das capacidades de gestão das empresas para encetar processos de mudança e inovação,
  • Promoção de ações de dinamização e sensibilização para a mudança e intercâmbio de boas práticas.

Metodologia de Formação-Ação:
A formação-ação é uma intervenção com aprendizagem em contexto organizacional e que mobiliza e internaliza competências com vista à persecução de resultados suportados por uma determinada estratégia de mudança empresarial. Os tempos de formação e de ação surgem sobrepostos e a aprendizagem vai sendo construída através do desenvolvimento das interações orientadas para os saberes-fazer técnicos e relacionais. Trata-se assim de uma metodologia que implica a mobilização em alternância das vertentes de formação (em sala) e de consultoria (on the job).
O projeto será desenvolvido entre 2019 e 2021, com a duração máxima de 24 meses.

Áreas Temáticas do Projeto:

ECONOMIA DIGITAL: Adaptar as empresas aos desafios promovidos pela digitalização da economia, tornando-as mais eficientes e competitivas, quer através da introdução de tecnologias digitais nos seus modelos de negócio (recurso a sistemas de informação nos seus métodos de gestão, criação de canais de venda online, presença digital) quer através do aumento de competências digitais dos seus empresários e trabalhadores
GESTÃO DA INOVAÇÃO: Reforçar a posição competitiva das PME e melhorar o seu desempenho ao nível de conhecimentos necessários para que as mesmas possam maximizar os benefícios no uso da gestão da inovação, através de abordagens e métodos, para criarem condições para uma maior competitividade no mercado.

Financiamento:
Auxilio de Minimis. O apoio a conceder tem a contribuição do FSE limitada a 90 % das despesas elegíveis.

Resultados a contratualizar:
Trabalhadores apoiados em ações de formação em contexto empresarial: 74
PME apoiadas em programas de formação-ação: 26
Empresas que implementam planos de mudança organizacional associados à formação no total de empresas: 90%
Trabalhadores que se considerem mais aptos para a inovação e gestão, em relação ao total de trabalhadores abrangidos: 90%