A razão de existir, do associativismo, centra-se fundamentalmente na procura do progresso e do desenvolvimento económico articulado da região de Lafões. A ideia de uma Associação com motivações económicas na Região não é de hoje. As primeiras iniciativas no sentido de criar uma estrutura de apoio ao tecido empresarial, para o desenvolvimento articulado da Região, aconteceram há mais de 20 anos, através de uma comissão instaladora que dava pelo nome de Associação Comercial de Lafões.

Os empresários locais acreditam no futuro da região, e a fundação oficial da AEL em 2001, foi a operacionalização dessa vontade, e a forma de criarem dinâmicas de desenvolvimento, potenciando a sua capacidade em diferentes domínios: técnico e económico; inovação; qualidade; ambiente; internacionalização; informação; formação; articulação com as autarquias; articulação com as entidades distritais e nacionais, entre outros.

A AEL - Associação Empresarial de Lafões, é assim uma estrutura associativa de direito privado, sem fins lucrativos e dotada de personalidade júridica. É uma associação empresarial essenciamente vocacionada para a defesa dos interesses das empresas da Região, nomeadamente as suas associadas, intervindo também ao nível do apoio de diversa ordem a este tecido empresarial, assim como no desenvolvimento de contactos com associações congéneres de forma a auxiliar os negócios das empresas locais.

A missão da AEL é aumentar a competitividade do tecido empresarial da Região de Lafões.