A Estrada Nacional (EN) 16 foi construída na década de 1930 e durante mais de 50 anos foi o principal eixo rodoviário de ligação entre a Espanha e o centro de Portugal.
Atualmente a maior parte do seu traçado está desativada ou é via urbana com pouco movimento.
Todavia, entre as Termas de São Pedro do Sul e Vouzela, num trajeto de 1700 metros, a EN 16 continua a ser o único acesso das populações do concelho de São Pedro do Sul à auto-estrada A25 e às principais cidades do país, tais Coimbra, Porto e Lisboa.
É uma via de grande movimento rodoviário, com circulação de muitos automóveis ligeiros e pesados transportando pessoas e mercadorias, nomeadamente as que são produzidas ou transformadas na região e provenientes das indústrias agro-alimentar, avícola ou metalomecânica e outras.
É o único acesso dos aquistas do litoral ao maior centro termal da península ibérica, bem como de todos os outros turistas que pretendam usufruir da paisagem, da gastronomia ou das unidades de alojamento da região, que, no seu todo, constituem a maior capacidade hoteleira do Distrito de Viseu.
Resultado de um projeto com quase cem anos, esta via tem um traçado bastante sinuoso, com curvas de grau muito acentuado, em alguns locais com risco de derrocada e, devido ao seu intenso movimento, a EN 16 compromete diariamente a segurança das pessoas, sendo local de numerosos acidentes, incluindo vítimas mortais.
Também as populações do concelho de Vouzela se sentem prejudicadas com a insegurança daquela via, impeditiva da normal circulação de pessoas e de mercadorias, pelo que:
A PRESENTE PETIÇÃO REIVINDICA A REQUALIFICAÇÃO URGENTE DA ESTRADA NACIONAL 16 ENTRE AS TERMAS DE SÃO PEDRO DO SUL E VOUZELA POR PARTE DO MINISTÉRIO DAS INFRAESTRUTURAS E DA HABITAÇÃO.

Para ter força, esta petição deve ter o maior número de peticionários possível.

Pedimos o seu empenho na mobilização máxima de subscritores desta petição.

Requalificação EN 16 Termas de São Pedro do Sul/Vouzela